Bem vindo ao MAEDS

Acaba de entrar em um espaço cultural público onde a sua presença e opinião contam. O MAEDS começa por ser um lugar de memória onde se preserva importante parcela do património cultural móvel da Península de Setúbal e Alentejo Litoral (Distrito de Setúbal). Mas é também um espaço onde se estuda e se divulga esse património e onde se interpretam os vestígios do Passado conservados na paisagem exterior e dispersos pelo território regional.

Ler mais >


 

Reportagem fotográfica da conferência da Doutora Joaquina Soares no Curso de História Local de Sines

 

MAEDS MAEDS MAEDS MAEDS MAEDS MAEDS MAEDS

 

MAEDS participa no Curso de História Local de Sines

 

Neste Ano Europeu do Património Cultural, o Arquivo Municipal de Sines promove o Curso Livre de História Local, a iniciar no dia da elevação de Sines a cidade, que ocorreu no já longínquo ano de 1997. A metodologia do curso inclui uma perspetiva mais teórica e outra mais prática, estimulando a participação dos interessados. Após uma aula de 30 minutos com Joaquina Soares, sobre aspetos da arqueologia e história locais, segue-se uma visita guiada ao Arquivo Municipal, ao Centro Histórico e ao Museu de Sines.

 

PROGRAMA

14h00: Abertura pelo presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas

14h10: Arqueologia em Sines. Pescadores e camponeses durante a pré-história, por Joaquina Soares

14h40: História de Sines: uma breve introdução, por Sandra Patrício

15h10: Visita ao Arquivo Municipal (Sandra Patrício e Gonçalo Chinita) e ao Centro Histórico (António Campos)

16h30: Visita ao Museu de Sines, por Ricardo Pereira

 

Link: http://www.sines.pt/frontoffice/pages/396?news_id=1243

 

 

Gender and Other Boundaries - em agenda

 

Uma exposição de arte contemporânea que coloca o dedo sobre duas questões cruciais da nossa actualidade, a visitar (entrada livre) até 14 de Setembro no MAEDS, em Setúbal:

 

A INCAPACIDADE DE ENTENDERMOS O OUTRO, DE O APOIARMOS NO INFORTÚNIO, DE LHE ABRIRMOS UMA PORTA...

 

A atitude xenófoba que grassa pelo Mundo Ocidental, dito civilizado, a perigosa deriva musculada e repressiva nas políticas dos países que encerram fronteiras contra a entrada de migrantes, que impedem mesmo qualquer auxílio a essa Humanidade em sofrimento que ontem fomos nós e no futuro não saberemos, é denunciada pela instalação de CARLOS NO, onde todos os nomes de um planeta uno e redondo estão irremediavelmente ligados, mesmo que os pequenos e grandes ditadores o recusem.

 

OS PRECONCEITOS DE GÉNERO, QUE CONTINUAM A ENSOMBRAR AS RELAÇÕES HUMANAS E A PROMOVER A DESIGUALDADE SOCIAL

 

Três artistas da área da fotografia, instalação e vídeo desmontam a falácia das fronteiras de género; os mecanismos de performatividade, como meio de persuasão da existência de uma barreira de género biologicamente imposta, são focados pela intervenção em suportes múltiplos de ROSA NUNES; o corpo e o inalienável direito do ser humano à construção do seu destino, na grande fotografia analógica de MARIA BOURBOU; a recusa da invisibilidade da mulher, que claramente ultrapassa os umbrais do lar, protagonizando acções contra a exclusão social, no caso vertente contra a gentrificação nos centros urbanos, por RITA BARROS.

 

Link para o catálogo da exposição>

 

Curadoria Joaquina Soares

 

MAEDS

Carlos No | “Óstracos” | Barro | Dimensões variáveis | Foto Mário Peneck | 2015

Rosa Nunes | Série “The Game is Over” | Frames impressos em papel Art Matt Fibre por Viragem Lab (António Costa) | 60 x 50 cm e 150 x 100 cm | 2009 – 2015 (impresso em 2018)

MAEDS

Maria Bourbou | serie “Nude” | Untitled | Analogue camera printed on black and white silver gelatin FB paper at Viragem Lab (Lisbon) | 50 x 60 cm | Foto Mário Peneck | 2001

Rita Barros | Chelsea Housewife | 2017

 

 

Entrevista com Joaquina Soares sobre a Nova Arqueologia em Portugal

 

Entrevista realizada a Joaquina Soares (Directora do MAEDS e Professora /Investigadora da UNIARQ / Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) por Ana Cristina Martins (Investigadora de Pós-Doutoramento, Fundação para a Ciência e a Tecnologia / IHC - CEHFCi - U. Évora - U. Nova de Lisboa) el día 7 de mayo de 2015. Proyecto: Una Arqueología Sin Fronteras. Link: https://www.youtube.com/watch?v=aEu5GkoNRLo

 

 

Congressos Internacionais

 

Participação do Centro de Estudos Arqueológicos do MAEDS em conferências internacionais no 1º semestre de 2018:

 

- "On the pursuit of the mesolithic motion along the southwest portuguese coast: the case study of Castelejo shell midden", UISPP Paris

MAEDS

Download do Abstract aqui>

 

- "Coastal Neolithic: Preliminary results on the exploitation of marine resources during the fourth millennium cal BC in Barrosinha (Grândola, Portugal)", UISPP Paris

MAEDS

 

- "Insights into fish resources exploitation from the use-wear analysis of lithic tools: case-studies from the Iberian Peninsula between the sixth-third millennia cal BC", Subsistence strategies in the stone age,direct and indirect evidence of fishing and gather, em São Petersburgo.

MAEDS

 

Ateliers de Verão 2018

 

MAEDS MAEDS

 

UISPP Paris 2018

 

O MAEDS através do seu Centro de Estudos Arqueológicos estará presente com a comunicação "On the track of the mesolithic motion along the southwest portuguese coast: the case study of Castelejo shell midden", no congresso da União Internacional das Ciências Pré e Protohistóticas que decorre em Paris durante a presente semana.

MAEDS

 

Novo artigo disponível

 

Consulte o artigo "Living in the southwest Portuguese coast during the Late Mesolithic: The case study of Vale Marim I", de Joaquina Soares e Carlos Tavares da Silva aqui>

MAEDS

 

DISPONÍVEL ONLINE: Setúbal Arqueológica, vol. 17

 

Consulte o livro aqui>

MAEDS

 

MAEDS

 

MAEDS

 

11 Maio | 21h30 | na Biblioteca Municipal de Setúbal

 

Lançamento do livro "Caetobriga. O sítio arqueológico da Casa dos Mosaicos". Intervenções de Rui Garcia, Carlos Tavares da Silva e Joaquina Soares. Apresentação por João Luis Cardoso.

MAEDS

 

Exposição "Gender and Other Boundaries"

Aqui ficam algumas imagens da exposição “Gender and Other Boundaries” no qual participam quatro importantes artistas plásticas(os) contemporâneas(os) de relevo nacional e internacional e recordar que a exposição irá ficar até 14 de Setembro de 2018. Muito agradecemos a divulgação deste evento que pretende chamar a atenção dos públicos para os problemas prementes da desigualdade de género e das migrações forçadas pela guerra e pela fome, através das competências especificas da arte contemporânea. Agradecemos ainda ao fotógrafo Mário Peneck a reportagem desta inauguração que aqui se publica.

MAEDS

Foto de Mário Peneck

 

MAEDS

Foto de Mário Peneck

 

MAEDS

Foto de Mário Peneck

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Mário Peneck

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Mário Peneck

 

MAEDS

Foto de Mário Peneck

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

MAEDS

Foto de Arquivo MAEDS

 

Catálogo da exposição "Gender and Other Boundaries"

MAEDS
Download >

 

 

Convite para as escolas: Visita-oficina "Género e Outras Barreiras"

MAEDS



CICLO DE CONFERÊNCIAS | MARÇO MULHER 2018



17 de Março | 16h00


MAEDS

Diz-me o que vestes, dir-te-ei quem és. A moda como fenómeno social e laboratório dos géneros «Este trabalho tem como objectivo analisar sociologicamente o fenómeno da moda: identificar os valores associados ao vestuário, as representações de si e a socialização, bem como a ruptura e/ou continuidade, expressas pelos modos e maneiras de vestir, e o poder inerentes a certos itens de roupa, que podem significar também opressão, constrangimento ou insegurança. Ao falarmos sobre mulheres, roupa e sociedade, lançamos um novo debate sobre feminismos, e identificamos o poder dado pelo vestir ao longo de momentos-chave da mudança social e política do século XX. Na nossa abordagem, a sociedade portuguesa surge retratada pela voz de 23 mulheres, participantes em três momentos principais: durante o Estado Novo, 25 de Abril e após 1974.»

«Utilizar a simbologia do termo espartilho para analisar a relação entre moda e género não só prima pela originalidade como traz em si potencialidades inerentes à temporalidade. Estes dois vectores estão presentes ao longo da obra conferindo-lhe uma actualidade que compagina alterações e permanências, dando assim sentido à vida humana, no caso em apreço, congregando género e moda numa mesma perspectiva compreensiva.» (Zília Osório de Castro Universidade Nova de Lisboa - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas)

«De carácter interdisciplinar, o recorte sociológico deste livro traz dimensões de outros campos do conhecimento como os estudos de género e feministas e os estudos de moda com diálogos com a psicologia, antropologia, arte, política e economia.» (Luciene Rodrigues -Universidade Estadual de Montes Claros, Brasil)

Cristina L. Duarte
Nasceu em Lisboa em 1961. Desde 1987 que o seu interesse pelas formas nacionais da cultura urbana – e, em particular, pela moda - começou a ganhar expressão nos seus trabalhos de autoria, na imprensa nacional. A partir de 1988 publicou no semanário musical Blitz, Expresso, Visão, Ler, Sábado, Público, Elle, Vogue – bem como noutros títulos já extintos, como os semanários O Independente, Sete, Face, revistas Ícon e Atlantis (TAP). Cristina publicou anteriormente Ana Salazar – Uma Biografia Ilustrada (Temas e Debates, 2002), 15 Histórias de Hábitos – Criadores de Moda em Portugal (Quimera, 2003), Moda (Quimera, 2004), Moda Portuguesa (CTT, 2005), Trajes Regionais – Gosto Popular, Cores e Formas (CTT, 2006), e José António Tenente – Traços de União (Medialivros, 2009). Licenciada em Sociologia (1986) e doutorada em Sociologia (2016), é investigadora integrada da Universidade Nova de Lisboa, fazendo parte da equipa Faces de Eva do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA). Actualmente é professora convidada da ESAD Matosinhos.



17 de Março | 15h00 | Visita guiada a Chibanes


Vimos por este meio informar que a visita guiada ao Castro de Chibanes, marcada para o dia 17 de Março (Sábado) foi cancelada devido ao mau tempo previsto para esse dia. Desde já pedimos desculpa pelo incómodo e logo que nos seja possível anunciaremos uma nova data para a realização da visita.



21 de Março | 21h30 | Dia Mundial da Poesia


MAEDS



21 de Março | 16h00 | Biblioteca Municipal de Setúbal


MAEDS


Inauguração da exposição "Gender and Other Boundaries" | 24 Março | 16h30

MAEDS

O Presidente do Conselho Directivo da AMRS, Rui Garcia, comvida Vª Exa. para participar na inauguração da exposição "Gender and Other Boundaries", organizada pelo MAEDS, com a participação dos artistas Carlos No, Maria Bourbou, Rita Barros e Rosa Nunes e curadoria de Joaquina Soares, no dia 24 de Março, às 16h30, no MAEDS.


Programa completo do Março Mulher 2018


MAEDS
Download >


NOVOS ARTIGOS DISPONÍVEIS


MAEDS

 

Entre os Estuários do Tejo e do Sado na 2.ª Metade Do III Milénio Bc: O Fenómeno Campaniforme

Carlos Tavares da Silva | Sinos e Taças. Junto ao Oceano e Mais Longe. Aspectos da Presença Campaniforme na Península Ibérica
Download >

 

Para uma Leitura Sociopolítica do Campaniforme do Guadiana. Longas Viagens com Curta Estada no Porto das Carretas

Joaquina Soares | Sinos e Taças. Junto ao Oceano e Mais Longe. Aspectos da Presença Campaniforme na Península Ibérica
Download >